Laura Prodanov

10 diferenças entre graduação e mestrado

Já que muitas pessoas se mostram curiosas e eu vejo muita falta de informação sobre o assunto, achei de utilidade geral expor meu conhecimento.
29 de Junho de 2015 17:32
Tem gente que pensa que um curso pós graduação vai ser praticamente uma continuação da faculdade. Mas não, um curso de mestrado tem diferenças gritantes. Então, já que muitas pessoas se mostram curiosas e eu vejo muita falta de informação sobre o assunto, achei de utilidade geral expor meu conhecimento. Lembrando sempre que essas são as minhas percepções sobre a minha turma e o meu curso, hein.
 
1 – As pessoas que ficavam no celular, ou conversando durante a aula não vieram pro mestrado. Arrisco dizer que quase 100% dos alunos se mostram interessados e focados.
 
2 – A galera entra em crise e isso é completamente compreensível. Se você não suportou a pressão do TCC, imagine isso por dois anos seguidos, com mais carga e mais cobrança.
 
- Sim, a carga é absurda mesmo, até os professores admitem. E isso é normal no mestrado: te darem uma carga maior do que a que conseguimos lidar.
 
4 – Não é só fazer vestibular, existe um processo de seleção e cada curso tem o seu, no caso o que eu passei foi: pontuação de currículo, prova escrita e entrevista com os professores.
 
5 – O nível das aulas é muito diferente. No mestrado os alunos são mais aplicados e inteligentes, assim como os professores.
 
6 – O email é seu melhor amigo e você vai falar mais com os professores em um semestre de mestrado do que você falou a graduação inteira com eles.
 
7 – Você acaba decorando autores, normas da ABNT, estrutura de artigos, termos científicos, entre outros.
 
8 – As aulas são completamente diferentes e baseadas em livros ou artigos que são discutidos em forma de seminários, onde cada aluno apresenta um texto. Ah e todos os trabalhos finais são artigos.
 
9 – Você tem que gostar de ler, escrever e pesquisar para fazer um mestrado, se não vai ser um parto.
 
10 – Você passa a entender as diferenças entre os cursos de ‘pós’ (especialização, mestrado ou doutorado), assim como as diferenças entre monografia (tcc), dissertação (mestrado) e tese (doutorado).

Falando assim até assusta, mas um mestrado também é gratificante. As aulas são interessantíssimas, os debates são construtivos, surgem várias amizades e aprendemos como nunca. Ou seja, se você não tem medo de desafios, se joga!

COMENTÁRIOS